Quais são os tipos de LED, como funcionam e como usá-los

Publicado por Mult Comercial em

Se você está lendo esse artigo em uma tela de celular ou computador, é muito provável que esteja diante de incontáveis LEDs, ou diodos emissores de luz. Eles estão presentes em quase todo dispositivo eletro-eletrônico que utilizamos no dia a dia.

O LED é uma importante tecnologia que revolucionou a maneira com que utilizamos eletricidade e executamos circuitos em microeletrônica.

Quer conhecer melhor o componente? Acompanhe a leitura e entenda seu funcionamento, saiba quais tipos estão disponíveis no mercado e quando devemos aplicá-los. Vamos lá?

O que são LEDs?

LED é a sigla inglesa para Light-Emitting Diode. Em português, como já dissemos, isso significa diodo emissor de luz. Ok, mas o que é um diodo?

Diodos são componentes eletrônicos que permitem a passagem da corrente elétrica somente em um sentido. Podem ser comparados com válvulas, que fazem com que a água corra em um único sentido, apenas. Se a corrente estiver no sentido correto, a válvula se abre. Se estiver no sentido errado, ela se fecha.

Diodos possuem, portanto, dois terminais: ânodo e cátodo. A corrente é transmitida no seguinte sentido:

tabelinha Ãnodo Cátodo

A seguir, veja o símbolo do diodo. Observe que o triângulo é posicionado de forma a indicar o fluxo da corrente elétrica, ajudando a memorizar as polaridades:

Ânodo Cátodo

Os diodos de uso geral são muito aplicados como retificadores de corrente, transformando correntes alternadas em contínuas. Um fator importante a se observar é que eles possuem um determinado valor de corrente reversa que são capazes de suportar. Existem inúmeros tipos de diodos, e o LED é um deles.

Os LEDs, por sua vez, são compostos por dois semicondutores especiais. Quando uma corrente elétrica é aplicada ele, os semicondutores emitem luz, e a isso chamamos eletroluminescência.

Por serem diodos, também conduzem a corrente elétrica em um único sentido, e também possuem resistência limitada à tensão reversa. O valor de resistência do LED, porém, é bem inferior ao dos demais diodos. Se exposto a altos valores de corrente reversa, queima facilmente.

O símbolo do LED é quase igual ao dos diodos. A única diferença são as setas irradiantes, que informam a emissão de luz. Veja:

simbolo do LED

Quais são os tipos de LED

  • LED comum

A distribuição da luz é feita apenas pelo material que a encobre, o encapsulamento. Por essa razão, pode não ter luminância regular.

LED comum

  • Miniatura ou SMD

Esses LEDs de tamanho reduzido são feitos para soldar em placas eletrônicas, que exigem economia de espaço. Possuem maior luminosidade que LEDs tradicionais, por sua superfície otimizada. A sigla SMD vem do inglês Surface Mounted Diode, que quer dizer diodo montado em superfície.

miniatura de LED ou SMD

  • LED COB

Vem da sigla inglesa Chips On Board. São vários módulos SMD agrupados, o que potencializa a luminância.

LED cob

  • LED de potência e alto brilho

É o nome dado aos LEDs desenvolvidos ao final da década de 80, para uso em lâmpadas e refletores.

LED de potência de brilho

  • Diodo Laser

É o laser mais difundido em tecnologia no mercado atual. Atua na transmissão de dados em fibras óticas, leitura de CDs e DVDs, apontadores de laser, entre vários outros dispositivos.

diodo laser

  • Fitas de LED

LEDs em fita são muito utilizados em decoração. Vendidos por metragem, costumam ser baratos e fáceis de instalar.

fitas de LED

As cores diferentes dos LEDs

cores diferentes de LEDs

A primeira cor de LED desenvolvida foi o vermelho, nos anos 60, e possuía luminosidade muito baixa. Posteriormente, inventou-se o amarelo e alaranjado. O LED verde foi inventado na década de 70 e, na década de 80, ganhamos o ciano – além dos de alta potência, usados em lâmpadas.

Atualmente, existem LEDs em várias cores: azul, rosa, branco, etc. Há também os LEDs RGB (Red, Green, Blue), de 3 cores, com os quais se cria imagens pelo controle de cada cor, individualmente.

Para cada cor de luz, existe um valor diferente de tensão direta e de corrente reversa suportada. Acompanhe a tabela:

tensão diferente da corrente reversa cor do led

Existem, ainda, LEDs que emitem luzes invisíveis ao olho humano, como o ultravioleta e o infravermelho. São aqueles usados nos controles de TV, por exemplo.

Cuidados na utilização de LEDs

cuidados na utilização do LED

LEDs devem ser usados com algum limitador de corrente, para que não se queimem. Um resistor pode fazer o trabalho. Lembre-se de calcular o resistor correto para seu tipo específico de componente.

Atente-se ao fato de que esses tipos de luz possuem polaridade, como qualquer diodo.

Todos os LEDs emitem calor, e alguns devem ser refrigerados com ventoínha. Mesmo assim, lâmpadas com esse sistema são muito mais eficientes e menos quentes que lâmpadas incandescentes ou fluorescentes.

Onde comprar LEDs de qualidade para seu projeto

A Mult Comercial conta com uma seleção apurada de LEDs para sistemas eletrônicos, além de lâmpadas LED portáteis para conexões USB, lupas com iluminação LED, suportes e chaves.

Além dos componentes de sinalização e iluminação, temos todos os outros equipamentos necessários ao trabalho com eletro-eletrônica: ferramentas, conectores, motores, equipamentos de medição e mais, tudo por preços acessíveis.

Leia mais: Organize seus componentes eletrônicos.

Conseguiu tirar suas dúvidas a respeito dos LEDs? Para mais informações como essas, fique atento aos posts do nosso blog. Postamos toda semana. Até lá!

Categorias: Eletrônica

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *