Sistema RFID: O que é e como esse sistema faz parte do seu dia a dia

Publicado por Mult Comercial em

O sistema RFID já faz parte da nossa vida há algum tempo e ainda guarda diversas possibilidades para o futuro. Da indústria e comércio até os acessórios de casa, vale a pena entender mais sobre o que é sistema RFID e como ele pode incrementar seus projetos de robótica com diversas funcionalidades práticas.

O que é o sistema RFID?

O uso de códigos de barras foi uma ajuda e tanto no mundo da indústria e do comércio, trazendo agilidade no cadastro e identificação de produtos dos mais diversos tipos e setores. É a grande amiga de sistemas de gestão administrativa.

Esse tipo de identificação no estilo “tag” facilitou em muito a organização dos produtos e recursos. Porém, de vez em quando, os leitores de códigos de barras apresentam problemas, seja pelo ângulo, pela qualidade de impressão do código e, para resolver esse problema, o sistema de identificação por rádio frequência (Radio Frequency IDentification Systema – RFID) foi incorporado.

Essa tecnologia propõe a mesma função dos códigos de barra, no entanto, é mais precisa, rápida e eficiente. Ela se comunica em curto alcance, a partir de sinais de rádio que, em grande parte, são lidos automaticamente nas etiquetas RF, que são transponders, na maior parte das vezes, passivos.

O sistema RFID na prática e onde é aplicado

Sabendo o que é o sistema RFID, fica mais fácil imaginar a infinidade de aplicações que ele tem; no comércio, além de facilitar o cadastro de produtos, é fundamental para manter uma segurança contra furtos e também para agilizar o atendimento e criar terminais de autoatendimento para os clientes.

Mais do que nas vendas, para comércios que estocam produtos em lotes, o sistema RFID é muito importante para evitar perdas e controlar a movimentação entre setores.

Na indústria, essa função faz ainda mais diferença, pois é um dos principais agentes na sua automação robótica, que é a chave da indústria 4.0.

Facilidades no dia a dia

Um dos principais símbolos das etiquetas RFID são os chaveiros automáticos para portões, que são práticos e trazem muito mais segurança para o lar, especialmente com a implementação daInternet das Coisas no lar, que consegue integrar diferentes sensores para monitorar e controlar várias funções direto do celular.

A identificação por aproximação dos transponders é usada em pedágios, com pequenos acessórios instalados no carros ou através de cartões com chips passivos, e o mesmo vale para catracas de prédio, transporte público, chaves de hotel, acompanhamento de malas no aeroporto e tantos outros.

Esse leitor também funciona integrado à outros sensores, como os de temperatura e movimento, auxiliando profissionais da saúde e também da segurança de patrimônio.

O futuro do sistema RFID

Até aqui falamos, no geral, de o que é o sistema RFID no dia a dia, com sistemas de curto alcance, usando chips passivos, que armazenam pouca informação. Contudo, essa tecnologia tem mais possibilidade do que podemos imaginar:

Com uma etiqueta alimentada com fonte de energia própria e maior capacidade de alcance, é possível rastrear cargas, fiscalizar movimentações, monitorar atividades em ambientes e até mesmo rastrear seus pets através de uma etiqueta RFID aplicada na coleira, para sempre saber o paradeiro do seu animal de estimação.

E se você já percebeu o caminho da discussão, deve ter imaginado as diversas oportunidades que o RFID vai trazer para os humanos através de implantes de identificaçãosubdermais, para substituir identidades, carteiras e afins, além de ajudar no monitoramento de segurança, especialmente de crianças e idosos.

Integrados à outros tipos de sensores, o sistema RFID pode facilitar a vida de médicos e gerar uma série de relatórios sobre os cidadãos, de seu estado de saúde até suas atividades.

O RFID na robótica

Esse sistema já é um dos favoritos no mundo da robótica, sendo altamente customizável e prático, especialmente na hora de integrar a funções de placas como os arduinos. Confira mais funcionalidades:

– Automatizar identificação de produtos e pessoas;

– Gerar dados de movimentação, localização e também medir a velocidade média de produtos, veículos e afins;

– Criar permissões e também conjuntos de ações automatizadas baseado no monitoramento, da temperatura até o movimento;

O grandebenefício do RFID é que ele pode ser aplicado em várias condições e tipos de materiais, ideais para vigilância, por serem bastante discretos e não receberem tanta interferência. Graças aos custos acessíveis, podem ser aplicados em diversos ambientes e integrados com facilidade.

Já as frequências longas são muito importantes para a segurança de veículos e cargas, e cada dia mais fazem a diferença na agilidade e automação.

Na MultComercial você encontra uma série de dicas e tutoriais sobre o universo da robótica e automatização, é só continuar acompanhando o nosso blog e redes sociais para receber as melhores informações todos os dias!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *