Set de pedais: 5 dicas para organização!

Publicado por Mult Comercial em

Eis um assunto controverso entre músicos e consumidores de equipamentos e peças para guitarra, afinal, set de pedais e a organização destinada para eles desponta entre um dos assuntos mais discutidos em fóruns musicais.

Se você é um guitarrista disposto a conhecer mais do tema, nós da Mult Comercial preparamos este post completo com a presença de 5 dicas essenciais para quem deseja tirar sons incríveis dos seus instrumentos.

Para isso consultamos especialistas no assunto, e já adiantamos: quanto maior o conhecimento, maior também a responsabilidade em imprimir em cada acorde, grande administração dos sets!

Pronto para conhecer as sugestões dadas pelas autoridades do Universo Instrumental? Venha conosco nessa conversa!

1. Filtros e peças: escolha os melhores

Logo de início já trazemos uma informação indispensável para quem busca organizar set de pedais de maneira positiva, mirando em harmonia e controle de acordes e sons.

Aposte em efeitos com filtros e pedais handmade, isso porque os efeitos neste caso são totalmente interligados ao ritmo e comandos do musicista, e se não priorizados, ou postos mais adiante, tiram do músico autonomia. Quando construídos pelo próprio guitarrista, o controle é total: aposte sem medo em caixas de pedais personalizadas!

  • compressor: não abra mão do uso desta peça-chave, afinal, ao se pensar em ordem dos pedais de guitarra, é impossível não pensar também na presença de bons compressores, resultando em sons variados. Se priorizados em uma cadeia, temos maior constância ao longo das produções e efeitos.
  • equalizadores e afinação: um segundo tópico essencial nesta dica aponta com ênfase para os efeitos de equalização e afinação, desde o começo do set, desta forma, a harmonia – mesmo ao longo das distorções, acompanham todo o sinal das criações: use e abuse delas.

2.Distorções e pedais de drives

Na sequência, nós da Mult Comercial preparamos uma dica que agrada todo músico adepto as distorções e sons elaborados, também conhecidos como efeitos de ganho.

Já adiantamos que você encontrará múltiplas opiniões relacionadas a esse tópico, isso porque não existe manual que direcione o assunto “drives e distorções”, mas vale neste momento lançar mão sobre a lógica dos pedais utilizados comumente em sequência – desta forma, o pedal utilizado antes atua como um booster da sequência.

Outro ponto fundamental que ressaltamos é sobre a utilização destes pedais antecedendo os de modulação no set, desta forma, o controle é otimizado, facilitando assim as criações musicais.

  • equalização: há musicistas que optam pelo equalizer no começo da ordem dos pedais de guitarra, mas indicamos na sequência das distorções e pedais de drive: confira e nos conte os resultados!

3.Moduladores

A próxima dica selecionada sobre os set de pedais mira de perto os moduladores presentes em pedais, que em combinação, originam produções sonoras geniais: quer conhecer como é possível? A gente te conta.

Logo na sequência das distorções, eis o momento para trabalhar estes efeitos que deixam impresso no som, uma marca de longa duração e características fortes – um dos principais motivos de serem colocadas logo além na cadeia dos sets, afinal, não substituirão assim os efeitos dos pedais anteriormente mencionados.

Não tenha medo de modular, atente-se apenas para a posição desses poderosos efeitos na ordem dos pedais de guitarra!

4. Variável temporal: principais efeitos

Eis uma das dicas que lotam os fóruns de discussões sobre os sets, afinal, efeitos temporais utilizam a variável tempo para construir os sinais recebidos.

Os mais famosos exemplares são representados pelos reverbs e delays. Sobre os reverbs, preparamos um material completo para explicar os principais tipos e como eles funcionam: não perca a oportunidade de ficar por dentro e navegar na história moderna da música e suas principais técnicas.

Contudo, por que posicioná-los ao fim dos set de pedais? É simples, assim como as modulações, os efeitos de tempo são responsáveis por grande captação de sinais, e se postos no início, captam também a harmonia presente nos primeiros pedais: faça testes e nos conte o que achou.

5. Use Boosters sem receio!

Por último, mas não menos importante, trouxemos uma dica que atinge o coração de todo musicista antenado nos melhores pedais de guitarra, isso porque os boosters são pedais a serem utilizados ao longo de toda a cadeia.

Mas isso quer dizer que sempre iremos recorrer aos mesmos pedais com efeitos semelhantes? Muito pelo contrário, a ideia aqui é recorrer a diferentes pedais e com resultados múltiplos, a depender da intenção do guitarrista.

Na sequência exemplificamos alguns dos usos mais frequentes, veja só:

  • começo do set de pedais: acresce na dinâmica e ressalta os efeitos da sequência.
  • entre filtros e drives: amplifica os efeitos dos pedais e satura os drives na sequência.
  • no final do set: utilizado para ganho de qualidade sonora perdida no decorrer da cadeia.

E aí, gostou de conhecer mais sobre o assunto e se aprofundar nas dicas para organização dos pedais de sua guitarra? A Mult Comercial se dedica a preparar os melhores conteúdos em áudio parts e equipamentos musicais. Não perca a oportunidade e fique por dentro também.

Até o próximo blog post!

Categorias: Dicas e Tutoriais

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *