Saiba como fazer um ligação em série: veja aqui

Publicado por Mult Comercial em

Se você é um estudante ou curioso no mundo da eletrônica já deve ter refletido a respeito das ligações elétricas. Tanto em série quanto em paralelo, elas são assuntos que estão sempre circulando entre estudantes. Hoje vamos falar somo como fazer uma ligação em série. Quer entender mais sobre isso? Então continue a leitura deste post. 

É comum que encontremos mais casos de ligações em paralelo em residências e estabelecimentos comerciais. Justamente por isso, elas costumam ser as mais trabalhadas. Mas as ligações em série não estão extintas, logo, também são uma necessidade.

Os circuitos elétricos possuem papel fundamental no mundo da eletrônica, eles podem acontecer de forma paralela, em série ou mista. Mas, de qualquer forma, antes de entendermos mais sobre esses tipos e suas aplicações, vamos entender o que é circuito de forma geral. 

O que são os circuitos elétricos? Veja aqui!

o que são circuitos elétricos

Um circuito elétrico pode ser definido como um caminho ou mais, por onde a corrente elétrica irá percorrer. Esses caminhos são fechados e detêm em si mesmo o início e o fim da trajetória. 

Olhando dessa maneira, parece ser algo simplório. Porém, na verdade, existem diversos elementos que devem ser levados em consideração para entendermos como os circuitos elétricos realmente funcionam. 

Isso porque eles são divididos em três partes fundamentais: a fonte de tensão, o condutor elétrico e a carga. A fonte é constituída por qualquer tipo de tensão elétrica que possa funcionar com dois pontos de alimentação que possuem uma diferença de potencial elétrico.

Ou seja, pode ser uma bateria, uma pilha ou algo do tipo. O condutor elétrico, por sua vez, é o material capaz de funcionar como condutor de energia, assim, é responsável por levar a corrente elétrica até a carga. Estamos falando dos cabos

Por fim, temos a carga. Esse é ponto do circuito em que a energia será consumida, a carga é o que irá realizar esse processo. Nos referimos ao aparelho, eletrodoméstico ou equipamento que irá transformar essa energia em algo útil para nós. 

Nesses equipamentos também podem existir dispositivos que vão exercer influência sobre a corrente elétrica, por exemplo, se estivermos falando de um lâmpada, o interruptor pode ser considerado um desses dispositivos. (Leia também: O que é eletrônica digital).

Circuitos elétricos: quais são os tipos? Como diferenciá-los?

circuitos elétricos quais são tipos como diferencia-los

O tipo de circuito em foco neste post é o circuito em série. No entanto, é importante sabermos que existem mais de um tipo de circuito. Isso se dá pelo fato de que um circuito pode contar com mais de um caminho por onde a corrente será transportada. 

No caso dos circuitos em série, sempre existirá apenas um caminho. Porém, em casos em que devemos ligar mais de uma carga, também precisamos de mais de um caminho, desse modo, temos os circuitos mistos e paralelos. 

Para identificar como deve ser o circuito, análise a utilização das cargas. Não podemos afirmar com precisão qual é o melhor tipo de ligação. É algo bastante variável. Observe seu projeto com calma e, então, decida se o melhor seria uma ligação em série, em paralelo ou mista. (Leia mais e entenda sobre “As leis de OHM“).

Como fazer um ligação em série?

como fazer uma ligação em série

Como exemplo, iremos utilizar um circuito de fonte alternada, que conta com 127V e sofre interferência externa de um interruptor. Vale lembrar que esse processo pode ser perigoso, portanto, iniciantes devem contar com supervisão. 

Da mesma forma como iniciamos qualquer processo de instalação elétrica, a primeira coisa a se fazer aqui também é desligar o disjuntor. Feito isso, você irá conectar um dos bornes do interruptor à fase de alimentação. 

Depois, basta tirar o cabo de retorno do outro bourne e ir até o borne da fase da primeira carga. Feito isso, conecte o borne da fase da segunda carga e ligue ao borne do neutro da primeira carga. 

Mais uma vez, conecte o borne da fase da terceira carga ao cabo do borne do neutro da segunda carga. Com isso feito, tendo a fase ligada sequencialmente até a última carga, é hora de sair com o neutro do barramento. Assim, ligue o borne no neutro da terceira carga. 

Pode parecer um processo difícil, no entanto, depois de executado algumas vezes, acaba ficando totalmente automático. Como tudo na elétrica, a prática é indispensável para um trabalho sem falhas. 

Vale lembrar que nos aparelhos eletrônicos e dispositivos, é possível existir todos os tipos de ligação elétrica. A mista é muito comum nesses casos. Mas, quando pensamos em residências e estabelecimentos comerciais, as ligações em paralelo costumam ser necessárias. 

Portanto, vale pena aprender a realizar essas ligações também! Se você está iniciando seus estudos sobre o assunto, esse pode ser um ponta pé inicial indispensável para continuar sempre evoluindo!

E então, gostou no nosso post? Por aqui, estamos sempre trazendo novidades sobre o mundo da eletrônica, além de dicas e tutoriais. Se você deseja estudar mais sobre esse assunto, continue acompanhando nosso conteúdo por aqui!

 

Categorias: Eletrônica

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *