Reed switch – saiba o que é, como funciona e quais as suas aplicações

Publicado por Mult Comercial em

Você já ouviu falar em reed switch? O nome pode até ser complicado, mas estes dispositivos, também conhecidos como interruptores de lâmina, são um tipo de relé pouco conhecido, mas muito útil no universo da elétrica.

Como você já sabe, os relés são interruptores que acionam e interrompem ações, mecanismos e cargas em um circuito elétrico. Sendo assim, pode-se dizer que os interruptores de lâminas possuem funções muito semelhantes aos outros tipos de relés.

No entanto, os relés-reed possuem características específicas e diferenciadas que são muito úteis quando aplicadas de forma correta dentro do circuito e trazem benefícios extras, os quais não se encontram em outros dispositivos semelhantes.

Mas então, quais são essas diferenças? Para responder a essa dúvida, a Mult Comercial preparou um conteúdo exclusivo, descomplicando a ciência por trás dos reed switches. Acompanhe a leitura e saiba mais sobre o que são, como funcionam e onde os interruptores de lâmina podem ser aplicados.

Preparado(a)? Vamos lá:

Então, o que é um reed switch?

Tecnicamente, os reed switches são classificados como relés, mas, devido às suas aplicações, há quem classifique os interruptores de lâmina como sensores. No entanto, a fins de compreensão, seguiremos com a definição clássica: um reed switch é, por essência, um relé, ou interruptor.

O que isso significa? Basicamente, que esses dispositivos são capazes de controlar a passagem de informações entre os pontos do circuito em que são instalados, ligando e desligando o fluxo conforme necessário.

Caso você queira se aprofundar no assunto, recomendamos a leitura do nosso post aqui do blog sob os tipos de relé – aproveite para conferi-lo depois.

Por ser um dispositivo pouco conhecido entre os profissionais da área elétrica, muito pouco se fala ou se escreve sobre o assunto. E é por isso que preparamos este conteúdo especial.

Voltando ao assunto, o reed switch é uma variação muito específica entre os relés. Ele é formado por duas ou três lâminas metálicas – e, por isso, o nome “interruptor de lâmina” – e flexíveis envoltas por um tubo de vidro hermeticamente selado.

Em cada uma das hastes há um contato, que é liga ou desliga conforme a movimentação das hastes e o contato entre elas. Você deve estar se perguntando como acontece a movimentação das hastes, e a resposta é: por meio de um campo magnético.

reed switch

Entendendo o funcionamento do relé-reed

A ação de um campo magnético sobre o reed só é possível porque trata-se de um dispositivo magnético que funciona por indução. Em condições normais, as hastes ficam afastadas e somente com a ação de um ímã ou ou bobina é que elas se movimentam.

Existem vários modelos de reed switches, com diferentes tamanhos, potências, tensões, sensibilidades magnéticas, modelos de contatos etc. No entanto, todos os dispositivos desse tipo são altamente sensíveis.

Por essa razão, é importante atentar-se à intensidade do campo magnético e da corrente dentro do circuito no qual os interruptores são instalados. Para resolver esse problema, recomenda-se o uso da associação em série de um resistor, para diminuir a intensidade das cargas.

Para regulagem do campo magnético, os interruptores de lâmina geralmente estão associados a uma chave magnética, isto é, um dispositivo que funciona tanto no controle de acionamento quanto do campo ao qual as hastes são submetidas.

funcionamento do reed switch

Graças à sensibilidade do componente, é possível aplicá-lo em uma série de equipamentos, instrumentos e circuitos que exijam esse nível de precisão. Quer saber quais? Acompanhe:

Aplicações: onde usar um interruptor de lâmina

Como dito anteriormente, é comum a confusão dos reed switches como um tipo de sensor magnético, ao invés de um relé. Algo perfeitamente comum, visto que a função sensorial é a principal aplicação dos relés-reed no dia a dia.

Além disso, preparamos uma lista com as principais aplicações desses dispositivos tanto na área da eletroeletrônica quanto da robótica, olha só:

  • Chave comutadora: os reed-switches podem ser combinados em uma chave comutadora, para separar as fontes de alimentação de circuitos consumidores, com um ímã ou chave magnética presa ao comando;
  • Sensor de posição: independentemente do tipo de movimento, os interruptores de lâminas podem ser utilizados como sensores de movimentos cíclicos, rotacionais ou não;
  • Sensor de proximidade: com um objeto imantado que aciona o reed, é possível construir sensores de proximidade, alarmes e outros dispositivos de segurança;
  • Sensor de corrente: uma vez que correntes elétricas geram campos magnéticos, é possível associar bobinas que controlam relés-reed em circuitos elétricos, cuja sensibilidade depende do tipo de dispositivo e da intensidade da corrente elétrica;
  • Sensor de rotações: para movimentos cíclicos rotacionais, como o de uma cabeça robótica em torno de seu próprio eixo.

reed switch lampada

E então, gostou do nosso conteúdo desta semana? Agora que você já sabe tudo sobre reed-switches, que tal aprender mais sobre os fundamentos básicos da elétrica? Não se esqueça de acompanhar as atualizações semanais do aqui do blog e acompanhar a Mult Comercial nas redes.

Até o próximo conteúdo sobre o universo da eletroeletrônica!

Categorias: Dicas e Tutoriais

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *