O que é crossover automotivo e quando utiliza-lo?

Publicado por Mult Comercial em

Crossover automotivo: entenda sobre o assunto!

Você já foi em alguma festa onde um carro de som está com seus alto falantes estourando? Na maioria dos casos, os donos desses carros apenas instalam alto-falantes gigantes para ter potência nos bailes. Porém, a qualidade é negligenciada. É por isso que o som fica uma bagunça.

Esse problema sonoro é resolvido com um crossover automotivo. Você não sabe muito bem como ele funciona? Pois bem, nós vamos explicar tudo sobre esse item. Ao longo do post abordaremos o que é crossover automotivo e qual a sua importância . Vamos lá?

O que é um crossover de som?

O crossover de som é basicamente um divisor de frequências. Se você está montando um som de primeira de linha no seu carro, já inclua esse produto na sua lista de aparelhos eletrônicos. Afinal, para escutar uma música decentemente, ou seja, com todas as suas propriedades evidenciadas é preciso separar as frequências.

O jeito ruim todo mundo conhece. É aquela mistura louca entre graves, médios e agudos, sem falar que é impossível entender as palavras cantadas. Isso acontece pois todas as frequências estão aglutinadas, sendo enviadas dessa maneira para todos os alto-falantes. Está aí o problema que o crossover resolve!

Aproveitando que estamos falando de qualidade de som, leia nosso post sobre reverb e entenda mais sobre como funciona esse efeito.

Qual a função de um crossover automotivo?

Bom, nós já demos um spoiler anteriormente. O crossover automotivo tem a função de separar as frequências. Como assim? Explicando em outras palavras, ele direciona as frequências de graves, médios e agudos para seus devidos locais. Dessa forma, evita distorções sonoras e limpa o som.

Mas, afinal como funciona?

O crossover separa as frequências, limpando as ondas sonoras e enviando-as para os aparelhos que executam com melhor qualidade. Sabendo disso:

  • O woofer e subwoofers recebem e operam apenas o grave;
  • O driver recebe e opera apenas os médios;
  • Os tweeters recebem e operam apenas os agudos.
  • Inputs: receptor de sinal do aparelho de som;
  • Low out: saída de sinal para os subwoofers – frequências graves e baixas;
  • Flat out: usado quando há vários crossover em conjunto. É o mesmo local de entrada e saída sem frequências de corte;
  • Mid low out: saída de sinal para os woofers – frequências médio e grave;
  • Mid high out: saída de sinal para os drives – frequências agudas;
  • High out: saída de sinal para os drivers – frequências agudas e altas.

Claro que há mecanismos para o controle desses níveis. E nós já trouxemos para vocês também, confira a lista e já anote a diferença.

Falamos tantas vezes de frequências, então te convidamos a conhecer como funciona um alto falante. Assim fica mais fácil de entender os detalhes desse universo sonoro!

3 problemas de não usar o crossover automotivo!

Essa é uma dúvida muito frequente, afinal, tanta gente fala que esse aparelho eletrônico é apenas para “comer dinheiro” do público. Mas já te adiantamos que esse julgamento está equivocado.

Existem 3 problemas de não usar o crossover no carro, sendo distorção no som, o enfraquecimento da autonomia dos alto falantes e a queima dos mesmo. Nós explicamos com mais detalhes cada um destas problemáticas, olha só:

1. Distorção sonora

Como era de se esperar, não é mesmo? Nós já batemos nesta tecla ao longo do texto e mais uma vez reforçamos. O não uso de um crossover automotivo aglutina todas as frequências e as torna indiferentes. O maior prejuízo é para quem escuta, tudo porque não consegue entender a música corretamente. Parece uma salada de notas!

A voz do cantor se mistura com as batidas do grave, e ao mesmo tempo o agudo atropela o médio. Vish, meu amigo! Se apenas nessa frase você já se confundiu, imagine para o seu cérebro decodificar o que está sendo ouvindo. Por isso, invista em um crossover automotivo de qualidade.

2. Enfraquecimento da autonomia

O segundo problema que assola a negligência do crossover é o enfraquecimento dos alto falantes. Em outras palavras, eles se deterioram quando são usados para cumprir uma função que não foram feitos.

Imagine uma frequência de som grave passando por um tweeter que é feito para o agudo – e vice versa! Essa má utilização dos componentes apenas deteriora os seus pormenores, desvaloriza o som e ainda diminui o tempo de vida das diferentes partes.

3. Queima dos alto falantes

Esse é – de longe – o maior problema de não usar um crossover. Pare e pense, é uma perca inestimável!

Não pense que isso vai acontecer de uma hora para outra, isto é, não será no primeiro uso. Esse problema é decorrente de forçar os aparelhos em funcionamentos – ocorre ao longo do tempo.

Sabe quando ele vai queimar? Quando estiver no auge da festa. Nesses momentos, o som já trabalhou bastante para levantar a galera e dar uma animada. E quando o ápice chega, os alto falantes já estão com seus componentes exauridos e qualquer força a mais feita para transmitir uma frequência embolada, ele queima.

Quando é necessário instalar um crossover?

Existe limite para a qualidade, meu amigo? Aproveite para comprá-lo assim que instalar os alto falantes, assim você já começa a preservar todos os componentes desde o seu princípio. Sabendo disso, já coloque esse componente eletrônico na sua lista de compras e já separe o seu investimento.

Saiba porque o sequenciador é importante!

Por fim, chegamos a um dos pontos mais importantes do tema, afinal, o sequenciador evita a queima o alto falante. Deixe explicarmos de forma didática. Quando ligamos o alto falante ele dá um pequeno estouro, é nesse momento que o sequenciador entra em ação.

Na verdade, ele evita a queima e o desgaste dos alto falantes, cornetas, tweeters e amplificadores. Sua funcionalidade se aplica a medir a tensão da bateria ocasionada pela transmissão de energia entre as partes, e tudo isso em tempo real e com muita exatidão.

E aí? Cão é complicado! Fala para gente, você ainda acha é possível negligenciar o uso do crossover?! Quando instalar o alto-falante no carro, já prepare um espaço para ele.

Aproveite para conhecer qual o melhor alto falante de 6 polegadas para porta de carro. Leia e deixe seu carro com som de qualidade.

Nos vemos no próximo post!

Categorias: Eletrônica

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *