Entenda o que é termostato: quais os modelos e aplicações?

Publicado por Mult Comercial em

Ambientes refrigerados, aparelhos de ar-condicionado, fornos industriais, circuitos eletrônicos… Se você sabe o que é termostato, sem dúvidas já entende a relação entre todos esses aparelhos: a necessidade de controle de temperatura.

Caso ainda não conheça o equipamento, já te adiantamos: um termostato é um componente responsável pelo controle de aparelhos, equipamentos e circuitos que lidam com temperaturas e suas variações.

Por ser uma peça de grande utilidade para diversos setores – industrial, comercial, residencial etc, já é possível encontrar uma grande diversidade de modelos, para fins específicos de cada área de atuação.

Quer entender como os termostatos funcionam, os principais tipos e quais são as suas aplicações específicas? Acompanhe a leitura deste post exclusivo feito pelo blog da Mult Comercial e fique por dentro do assunto!

Como funcionam os termostatos?

Independentemente de qual o modelo, todos os componentes desse tipo possuem um funcionamento semelhante, que consiste em, basicamente, detectar amplitudes de variações de temperatura e corrigi-las, como uma espécie de chave liga/desliga.

Além disso, antes de entendermos como eles funcionam, é preciso entender quais partes compõem o sistema:

  • Sensores: responsáveis pela captação e monitoramento das variações que ocorrem dentro do sistema controlado;
  • Reguladores: como o próprio nome diz, fazem a regulação térmica por meio do acionamento ou desligamento do sistema, de forma automática.

Caso queira saber mais sobre os tipos de sensores, temos um post completo sobre o assunto aqui mesmo, no blog. Não deixe de conferi-lo!

A ação conjunta desses dois mecanismos faz com que os termostatos funcionem como reguladores automatizados e como instrumentos de controle eficientes, ideal para maquinário e outros equipamentos que dependam dessa necessidade.

Para o funcionamento adequado dos controladores térmicos, o regulador é a parte principal, pois é quem dá o comando liga/desliga para compressores, resfriadores, aparelhos de ar-condicionado, aquecedores etc.

Analógico x Digital: saiba as diferenças

Como dissemos anteriormente, existem alguns tipos de termostatos, mas, de forma geral, eles podem ser classificados em dois tipos: analógico e digital. Eles diferem na constituição e no funcionamento, descomplicado pelo blog Mult Comercial, veja:

  • Termostato analógico

É o modelo mais antigo, mas não menos eficiente de termostato. Seu funcionamento se dá por meio de sensores não-eletrônicos. Nesse caso, essa diferença faz com que existam dois principais tipos de termostatos analógicos:

  • Bimetálicos

Os sensores desses equipamentos são formados por duas chapas metálicas fundidas, feitas em materiais diferentes. Devido às propriedades térmicas diferentes – especialmente o coeficiente de dilatação – os diferentes níveis de expansão em cada uma delas pode ser medida e analisada pelo aparelho.

Tudo isso acontece porque, ao ser aquecido ou resfriado, as placas se distorcem para direções distintas, fazendo com que haja a perda de contato entre elas, o que interrompe o fluxo da corrente elétrica.

Quando isso acontece, o sistema de refrigeração/aquecimento é interrompido até que as lâminas voltem à sua posição original.

  • A gás

Os sensores de temperatura a gás utilizam-se dos mesmos princípios que o modelo anterior, mas com uma matéria-prima diferente. Enquanto que os bimetálicos funcionam a partir da expansão de peças metálicas, os modelos a gás funcionam com base no princípio da dilatação dos gases.

Em um bulbo, geralmente metálico, é inserida uma certa quantidade de um gás expansível. Assim, à medida que a temperatura aumenta e diminui, o volume constante dentro do bulbo faz com que a pressão aumente ou diminua no sistema. Essa medida é captada e interpretada pelo regulador, que dá os comandos necessários.

  • Termostato digital

Outra opção dentro do universo dos termostatos são os modelos digitais – esses já contam com sensores eletrônicos, como termopares e termistores, cujo funcionamento é baseado em uma propriedade muito conhecida, a resistência elétrica.

Quanto maior a movimentação dentro do sistema, maior a resistência no circuito, e vice-versa. Feito isso, não existem muitas diferenças entre analógicos e digitais: a parte reguladora trata de receber e interpretar as informações colhidas pelos sensores, para então fazer a regulagem do sistema.

Áreas de aplicação: onde encontrá-los

Agora que você já sabe tudo sobre as propriedades dos reguladores térmicos, hora de saber quais as aplicações desses dispositivos no nosso dia a dia. Como você já sabe, trata-se de equipamentos muito versáteis, com aplicações relacionadas a setores que vão desde a indústria até os domicílios.

Na área industrial, termostatos estão presentes na maioria dos maquinários, como equipamento de segurança, em caso de superaquecimento; em aparelhos de escala industrial, como fornos, refrigeradores e freezers;

Em ambientes domésticos e comerciais, é possível encontrar termostatos nos mais diversos aparelhos e eletrodomésticos: geladeiras, aparelhos de ar condicionado, sanduicheiras, microondas, aparelhos médicos, e muitos outros!

Como esses dispositivos são especializados no controle por meio da temperatura, qualquer tipo de aparelho que necessite dessa função terá ao menos um termostato integrado em seu circuito.

E então, gostou desse conteúdo? A Mult Comercial é especializada em componentes eletrônicos e, aqui no blog, você encontra diversos conteúdos relacionados ao universo da elétrica. Acompanhe nossas atualizações para ficar por dentro de tudo. Até a próxima postagem!

Categorias: Dicas e Tutoriais

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *