Como fazer um circuito eletrônico com arduino? Veja aqui!

Publicado por Mult Comercial em

Para os iniciantes no mundo da eletrônica tudo é muito desafiador. Descobrir como fazer um circuito com arduino pode significar aprender a desenvolver um simples projeto de LEDs piscando até a projetar um robô de tecnologia avançada. 

Esse é um assunto que exige mais de um post. Afinal, para aprender a fazer um circuito você precisa saber um pouco e mesmo depois de aprender, ainda terá outras áreas para descobrir. Tudo é muito amplo nesse caso. 

Por isso, antes de colocarmos a mão na massa, vamos entender um pouco sobre as bases do circuito. Um arduíno possui duas partes essenciais: parte do hardware, que possui várias tipificações, especificações e podem possuir funções diferentes. 

A outra parte essencial é a do IDE Arduino. Essa é, basicamente, o software. Ali, através de códigos, temos como delimitar o que a placa irá realizar. Nele, podemos alcançar uma grande quantidade de funções. 

A grande dica para começar a mexer com arduinos é não ter medo. Entender cada detalhe leva tempo, mas para começar a desenvolver seus próprios projetos não é preciso saber tudo teoricamente, basta ter curiosidade para começar. Veja modelos de módulos aqui! 

Visualizando as partes do arduíno: descubra suas funções!

visualizando as partes do Arduíno

Podemos dividir um arduino em algumas partes. A primeira delas é o microcontrolador, trata-se de um chip pequenininho que funciona, basicamente, como um cérebro. Nele, acontece a execução dos códigos programados. 

Depois disso temos o conector de alimentação e o conector USB. São duas entradas que podem ser usadas como alimentação de energia, mas no caso da entrada USB, sua função também inclui conectar o comutador à placa. 

Você também irá observar o botão de reset, que tem a função de reiniciar a placa. Além dos pinos de entrada e saída, que são utilizados para comunicação com tudo o que é externo a ele mesmo, seja LEDs, sensores ou outros. Existem entradas e saídas analógicas e digitais.

Para que exista uma comunicação de fato eficiente, é preciso que cada informação seja devidamente traduzida. Assim, os LEDs TX e RX, trabalham para realizar essa operação. Eles acendem, conforme a placa recebe ou envia informação, 

Além disso, também temos o LED interno e LED para alimentação. Enquanto um é conectado ao pino 13, o outro é responsável por sinalizar caso a placa esteja ou não energizada. 

Por fim, temos os pinos de alimentação. Eles são muito importantes, pois saber seus valores é essencial para que utilizar valores de tensão apropriados, que não irão danificar o arduino. 

Quais são os principais tipos de arduino?

quais são os principais tipos de Arduíno

Vale lembrar que as plataformas de desenvolvimento de código aberto, também chamadas de open-source, não são destinadas apenas a você que é amante de eletrônica, mas para todos os que gostam de criar coisas. 

Afinal de contas, eles podem ser muito úteis para você que é criativo e quer explorar cada um dos seus sentidos. Usando arduinos você poderá desenvolver projetos com a sua assinatura, sejam eles como forem. 

Existem muitos tipos de arduinos, mas vamos listar apenas alguns para vocês. Os mais interessantes para quem está começando. Vamos lá?

Arduino Nano

Arduíno nano

Eles são fáceis de manusear, possuem um bom custo benefício e são excelentes para você que já deu alguns pequenos passos nessa nova aventura. São ótimos para a montagem de protoboard e possuem um tamanho de 45×18. 

Arduino Uno

Arduíno Uno

O arduino uno, de longe é o mais popular para quem está começando nesse universo. Afinal, eles são compatíveis com os principais shields, contam com um bom número de portas e ainda possuem recursos de processamento. 

Arduino Lilypad

Arduíno lilypad

Um dos preferidos de quem gosta de unir criatividade, moda, arte e eletrônica, os arduinos lilypad possuem apenas 0,8mm de espessura, com 50mm de diâmetro. São muito utilizados para compor a produção de tecidos, pois podem ser costurados às roupas. 

Para conhecer outros tipos de arduinos e suas especificidades, fique de olho em nosso blog. Por aqui, estamos sempre trazendo informações sobre esse assunto. Agora, vamos para a parte teórica de como montar circuito com arduino.

Como fazer um circuito eletrônico com arduino?

como fazer um circuito eletrônico

Agora que conhecemos um pouco mais sobre os tipos de arduinos e sua composição, podemos abordar uma forma de fazer seu circuito. Nossa sugestão é a composição de um circuito simples: 

Existem diversos tipos de circuitos de arduino, em geral, para facilitar o trabalho você pode utilizar a biblioteca que simula um circuito físico do arduino. Uma opção que é muito utilizada é o TinkerCad, um dos melhores para te ajudar a construir seu circuito.

No TinkerCad, você precisa saber o que vai projetar. Mas antes, vale lembrar que existem várias regras importantes, que precisamos seguir para que seu arduino possa funcionar da forma como você deseja. Assim que tiver o projeto em mãos, você pode copiar o circuito pronto na ferramenta e replicar fisicamente no seu arduino.

Utilizando um computador, você precisa ter uma ferramenta que vai ser a responsável por aplicar o código no seu arduíno, isso após a montagem do circuito feito no TickerCads. A ferramenta se chama Arduino – Software, é gratuita para utilização.

Nela você consegue alterar o que deseja, tempo de aplicação, comandos e até o tipo de interação que deseja.  Viu como é fácil montar seu circuito? Basta utilizar essas ferramentas e seu trabalho será facilitado. 

E então, gostou do post? Para continuar aprendendo sobre esse assunto, não perca os posts aqui do blog da Mult Comercial. Estamos sempre trazendo novidades, dicas e sugestões sobre o universo da eletrônica! Nos vemos nos próximos posts!

Categorias: Arduíno

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *