Aprenda tudo sobre os cabos usb: quais os tipos e suas diferenças

Publicado por Mult Comercial em

A maioria dos dispositivos eletrônicos possuem um compartimento de conexão USB mas você sabe para que eles servem e conhece todos os tipos? Neste Post preparado pela Multcomercial você vai ficar por dentro de todos o modelos de cabo USB, para que servem e quais as diferenças entre eles. Vamos lá?!

O cabo USB em suma serve para conectar aparelhos periféricos, como teclados, mouses e câmeras digitais ao computador, além disso, eles também são fonte de energia, servem de carregadores portáteis ou tradicionais para os smartphones. Democráticos, os cabos podem ser inseridos em uma quantidade diversificada de aparelhos, não é atoa que a sigla USB refere-se a “Porta Serial Universal”

Se antes a função de conectar aparelhos ao computador era algo trabalhoso, que demandava tempo e muito conhecimento, hoje em dia até os mais amadores da tecnologia conseguem manusear o USB. Muito popular essa peça não exige grandes esforços, basta conectar nos mais variados dispositivos das mais variadas marcas como, Microsoft, Apple, Intel, Dell e pronto, alcance o resultado pretendido!

Apesar de universal, a necessidade para diferentes tipos de uso fez com que surgissem novos modelos e tipos de cabo USB. Para sanar todas as dúvidas e você sair desse post pronto para escolher o cabo usb ideal, nós preparamos uma série de dicas e contamos as principais características de cada modelo, confira!

Tipos de cabo USB: conheça um por um!

A começar, partiremos do princípio velocidade de transferência, a seguir você entenderá um pouco mais sobre cada um dos 3 principais tipos.

USB 1.0

Esse USB é considerado o cabo original, ele foi lançado em 1996. O modelo 1.0 praticamente não é encontrado e saiu do mercado a um tempo, ou seja, é bem improvável encontrar ele por aí. A taxa de transferência de dados desse fio é de 1.5 Mbit/s em banda estreita e 12 Mbit/s na banda larga.

O USB 1.0 fez história pois foi o primeiro que realmente foi comercializado. Destinado a computadores e outros eletrônicos os seus conectores seguiam a linha A e B, mais a frente você entenderá muito mais sobre a linha completa.

USB 2.0

Lançado já na era dois mil, o cabo USB 2.0 se mostrou 40x mais superior do que a geração primária. A taxa de banda larga foi para 480 Mbit/s, grande diferença não é mesmo? Esse novo padrão implementou grandes mudanças no mercado, incluindo o surgimento de portas micro e mini, tornando possível o uso dos cabos em tablets e smartphones e não mais somente em computadores.

O cabo 2.0 ainda é super comum nas lojas de eletrônico, apesar da velocidade ainda não ser a melhor característica desses cabos, eles são bem utilizados para conectar teclados e mouses aos computadores.

USB 3.0

Os cabos 3.0 são linha de frente no padrão atual de velocidade. Chamados de superspeed esses aparelhos contam com uma velocidade de 5 Gbit/s, isso representa uma velocidade 10 vezes a maior do que a versão USB 2.0. E tem mais, as versões anteriores possuíam uma comunicação de via única já a 3.0 possui a capacidade de receber e enviar dados simultaneamente. Demais, não é mesmo?

Não sendo o suficiente, a USB lançou a linha 3.1, que conta com 10Gbit/s, é a maior capacidade de transferência utilizada ainda hoje. No Brasil você consegue comprar a versão 3.0 mais facilmente do que a 3.1 e os computadores modernos possuem uma porta de entrada dessa modalidade bem como os pendrives.

Apesar de ser possível conectar um dispositivo USB 2.0 em uma porta USB 3.0 e vice versa, não é possível desfrutar do upgrade na velocidade. Ou seja, o time de aparelhos USB 2.0 permanecerão com uma velocidade inferior.

Podemos partir agora para os tipos de conectores, entenda sobre cada um deles para uma escolha acertada do modelo ideal às suas necessidades.

  • USB-A

Essa entrada é a tradicional plana e retangular, quase todos os cabos possuem essa estrutura. Grande parte dos computadores, por exemplo, possuem diversas entradas USB-A para conectar pen drives, mouses, teclados. As televisões e consoles também dispõe desse formato. Se você busca pelo cumprimento das funções básicas, invista nesse tipo de cabo e obtenha satisfação!

  • USB-B

Geralmente as impressoras possuem esse formato, os cabos USB-B são conectores quadrados e não tão comuns para o mercado atual. A maioria dos dispositivos possuem hoje uma conexão menor.

  • Mini-A

Esse conectores não são mais tão comuns, antigamente eram utilizados no PlayStation 3, players MP3 e dispositivos similares, mas acabaram caindo em desuso se olharmos em grande escala. Mas você ainda pode encontrá-lo em algumas versões de câmeras e nos games citados acima.

  • Micro-USB

Podemos dizer que o Micro-USB era até pouco tempo o padrão atual para smartphones e outros dispositivos móveis. Eles são bem menores e comumente será encontrado nos mais variados celulares, baterias, controles de jogos e muitos outros dispositivos atuais. No entanto, diversos fabricantes têm optado a migração para o USB Type-C, esse modelo você confere logo abaixo!

  • USB Type-C

Type-C ou tipo C, esse novo padrão promete as mais altas taxas de velocidade e transferência do que qualquer um outro USB. Além disso, ele é multifuncional, com um design muito mais moderno e agradável aos olhos, os dispositivos favoráveis a esses conectores são os laptops de última geração, smartphones, MacBook, Nintendo Switch e outros.

Esse tipo de USB é reversível e além de transferir dados eles podem alimentar os dispositivos. Talvez, por não ter sido adotado ainda em todos os lugares, possa ser necessário um adaptador de USB-C e USB-A para efetuar a transição.

Sem dúvidas, se o objetivo é a multifuncionalidade, modernidade e velocidade o USB Tipo C está na linha de frente como carro chefe!

Pronto, agora você está devidamente inteirado sobre o universo dos cabos USB, seus tipos e diferenças, mas não encerramos por aqui! Separamos alguns conselhos mais que necessários para o momento da escolha do USB, identifique a sua necessidade de maneira acertada e tenha uma compra satisfatória!

Acerte em cheio na escolha do seu USB: siga esses conselhos

As opções mais baratas costumam ser tentadoras porém podem ser prejudiciais e trazer malefícios a longo prazo. Cabos muito baratos podem trazer diversos prejuízos como por exemplo: carregamento lento, desempenho a desejar e até riscos mais sérios como incêndio! Opte por lojas confiáveis e produtos de alta performance!

O comprimento do cabo também é uma ótima característica a se considerar, os cabos pequenos podem oferecer ótima portabilidade uma vez que são fáceis de serem transportados.

No entanto, eles te deixam preso a um determinado espaço e isso não é legal! Já os cabos mais longos, podem dar um pouco mais de trabalho para serem transportados de um lugar a outro mas oferecem uma comodidade maior, desde que não sejam imensos. 2 metros é a nossa sugestão ideal de comprimento para um cabo USB.

Esse foi o nosso conteúdo exclusivo sobre tipos de cabos USB, suas diferenças e como escolher o melhor cabo. Esperamos que tenha sido útil! Confira ainda o nosso post sobre como organizar cabos e fios e obtenha o dobro de durabilidade!

Conte para gente nos comentários o que achou desse post, se ficou alguma dúvida e se possui sugestões de novos temas! A sua participação é muito importante para produzirmos conteúdos ainda mais relevantes, contamos com você!

Acompanhe o nosso blog para mais post sobre tecnologia, eletrônicos, robóticas e muitas outras atualidades! Até a próxima!

 

Categorias: Eletrônica

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *